Internet Sociedade Variedades

Zap homenageia suas mulheres de fibra

Como a gente falou no último post, mulher e ciência tem tudo a ver. Há alguns anos era difícil encontrar profissionais do sexo feminino no ramo da tecnologia, cenário que está cada vez mais mudado, mas que ainda precisa evoluir muito. Hoje, as mulheres representam 25% da força de trabalho da indústria digital e somente 18% delas têm graduação em Ciências da Computação, apesar de 74% das meninas expressarem interesse no campo da ciência, tecnologia, matemática e engenharia (ONU Mulheres Brasil).

A Zap Telecom está acima da média, com 33% do seu corpo técnico composto por mulheres. São profissionais com formação em diversas áreas que atuam em quase todos os setores da empresa, exceto alguns postos tradicionalmente ocupados por homens, como a instalação. Mas isso pode mudar no futuro, como pontuou o CEO da Zap, Aureliano Arantes. “Já recebemos currículos de mulheres se candidatando para vagas na instalação. E isso é algo absolutamente normal, que está acontecendo não só aqui no Brasil, mas no mundo todo”, disse, durante o bate-papo promovido pela empresa e os colaboradores na última sexta-feira, 06.

Mulheres de fibra: Parte do corpo técnico feminino da Zap.

O momento realizado no centro operacional da Zap, em Palmas, teve como motivação a reflexão sobre o Dia Internacional da Mulher e a importância de um ambiente de trabalho respeitoso e igualitário. A chefe do Jurídico da Zap, Luna Arantes, destacou o papel da mulher na sociedade contemporânea e chamou a atenção de todos para a necessidade de se quebrar os velhos estereótipos. “Não é por que você é mulher, mãe e esposa que deve ficar dentro de casa apenas servindo a família. Você pode ser mulher, mãe, esposa e profissional. Você pode ser o que você quiser”, afirmou.

Luna e Aureliano com a ganhadora do sorteio, Maria Araújo (centro).

 

A homenagem às mulheres de fibra da Zap terminou com o sorteio de um curso de inglês de 18 meses, cuja ganhadora foi Maria Keli Pinto de Araújo, e a apresentação de um vídeo especialmente produzido para a data.

 

Por Camila Mitye
Equipe Zap