Internet Variedades

Passeio virtual possibilita visita ao Museu Nacional, destruído em incêndio

Se você é uma das muitas pessoas que se lamentaram por não terem visitado o Museu Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro (RJ), antes do terrível incêndio que o destruiu quase completamente em setembro deste ano, nós temos uma boa notícia – o Google está disponibilizando um passeio virtual pelo local por meio da ferramenta Museum View. Os visitantes poderão fazer uma visita virtual ao museu graças a imagens imersivas do Street View, registradas antes do incêndio.

A visita possibilita mergulhar pelas salas do prédio histórico, além de ver, em detalhes, as peças que ficavam em exposição. O tour pode ser guiado com narração em português, inglês e espanhol e também assistido em modo imersivo, com o uso de um cardboard ou outros visores de realidade virtual.

“O Google Arts & Culture vinha trabalhando com o Museu Nacional desde 2016, com o objetivo de trazer o acervo para a internet e permitir que qualquer pessoa, em qualquer lugar, pudesse ver e aprender com essas peças tão antigas. Agora, pela primeira vez, é possível fazer uma visita virtual ao museu e conhecer a coleção perdida – graças a imagens do Museum View e a exposições online”, informa o Google, destacando que “embora as imagens não substituam o acervo que se perdeu, elas ajudam a garantir que o público jamais esqueça a coleção”.

Incêndio

Ocorrido no dia 02 de setembro, o incêndio de grandes proporções destruiu o maior museu de história natural do Brasil, que possuía um acervo de 20 milhões de itens, como fósseis, múmias, peças indígenas e livros raros. A impressionante diversidade dos artefatos abrigados pelo Museu Nacional narrava séculos de cultura e história natural brasileiras – das borboletas ameaçadas da Amazônia às lindas máscaras e cerâmicas decoradas pelos índios.

O edifício também foi palco de importantes acontecimentos históricos. O museu ocupa um prédio histórico na Quinta da Boa Vista, zona norte do Rio de Janeiro. O palácio foi doado por um comerciante e depois se tornou a residência oficial da família real no Brasil, entre 1816 e 1821. Foi nesse palácio que a princesa Leopoldina (esposa de Dom Pedro I) assinou a Declaração de Independência do Brasil (1822) e foi realizada a primeira Assembleia Constituinte (1824), para elaborar a primeira Constituição brasileira.

Clique neste link para fazer o incrível passeio pelo Museu Nacional.

Por Camila Mitye
Equipe Zap