Internet Sociedade

Fim do dinheiro em espécie? Conheça a tendência cashless

Não dá pra negar – cada vez mais as pessoas realizam pagamentos e compras via internet, utilizando meios digitais para concluir transações financeiras. Mas já imaginou se o pagamento por meio digital fosse implementado integralmente no meio físico? Ou seja, ao tomar um cafezinho na padaria, o dinheiro em espécie já não seria aceito – apenas formas digitais de quitar a conta. Isso já existe e é uma tendência batizada de cashless.

O pagamento via cashless pode ser feito com várias tecnologias, usando tanto um aplicativo no celular (Apple Pay e Android Pay, por exemplo) como uma pulseira ou um cartão RFID (Identificação por Radiofrequência, em português). Em ambos os casos, o cliente pode inserir uma quantidade de créditos que deseja gastar ou ainda fazer a transação direta do seu banco para o banco do estabelecimento comercial. Apesar da utilização do cartão de débito ou crédito ser considerada uma forma de pagamento digital, alguns estabelecimentos não a consideram cashless.

Parece distante da realidade? Não está, em Nova York e Londres, por exemplo, vários bares e restaurantes já baniram o uso do dinheiro físico. No Brasil, alguns bancos já disponibilizam a pulseira para pagamento por aproximação em máquinas de débito ou crédito, um dispositivo vestível que funciona como um espelho do cartão do cliente.

Para os estabelecimentos comerciais, a ascensão do cashless é positiva pois quanto menos dinheiro vivo no caixa, melhor para a segurança do comércio. O fechamento das contas também é facilitado, já que está tudo digitalizado, possibilitando ainda o acompanhamento em tempo real das vendas. Já para os consumidores, o fim do dinheiro em espécie no bolso pode representar também mais segurança, mais facilidade de controle dos gastos e rapidez nas transações.

Mas é claro que o dinheiro em espécie não vai deixar de circular da noite para o dia – e isso está diretamente ligado com a relação que o consumidor tem com ele. Um estudo feito pela empresa de câmbio Travelex, que analisa o uso de dinheiro e tecnologia sem dinheiro em quatro mercados – Reino Unido, Austrália, Brasil e África do Sul – mostrou que 24% dos consumidores entrevistados nunca abandonariam o dinheiro – não importando o avanço tecnológico ou o avanço deles. O levantamento apontou que “A maioria das pessoas não espera nem deseja o fim do dinheiro. Em vez disso, eles querem que uma mistura de métodos de pagamento esteja disponível, incluindo dinheiro”.

Por Camila Mitye
Equipe Zap

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *