Dicas Sociedade Variedades

Como controlar a ansiedade em meio à avalanche de informações

Quando o ano virou, à meia-noite do dia 1º de janeiro, ninguém imaginava que um vírus altamente contagioso se espalharia pelo mundo com tanta intensidade nos próximos três meses de 2020. O novo coronavírus (Covid-19) já dava sinais de que não era apenas uma gripezinha quando estremeceu primeiramente a China, uma das maiores economias do mundo, e num piscar de olhos pulou para a Europa, atingindo a Itália e a Espanha com intensidade, e os Estados Unidos da América, que hoje já contabiliza o maior número de casos do mundo. Desde a confirmação da primeira pessoa infectada no Brasil, em 26 de fevereiro, o pânico passou a tomar conta do noticiário e das rodas de conversa, mudando a rotina dos brasileiros de forma drástica em um mês.

Mas como evitar o caos mental em uma situação como essa, totalmente atípica para nós? Já enfrentamos diversas epidemias, mas desta vez, além do isolamento social preventivo e a preocupação com a letalidade da doença para as pessoas do grupo de risco, a avalanche de informações que recebemos diariamente pode estar contribuindo ainda mais para o abalo da saúde emocional da população. Tudo isso pode gerar ainda mais ansiedade, que já é um mal característico da sociedade contemporânea.

Evite o excesso de informações

Manter-se são nestes tempos de hiperinformação passa pela moderação, especialmente agora, que enfrentamos uma pandemia e uma avalanche de notícias com previsões terríveis. Quanto mais informação você buscar, mais vai encontrar na internet, por isso para fugir das crises de ansiedade, o ideal é evitar o excesso, escolhendo horários para acessar as atualizações e desviando das notícias muito alarmantes ou tristes.

Além disso, é preciso filtrar – a fábrica invisível das fake news continua funcionando a todo o vapor e não respeita nem uma situação tão triste como essa que o mundo inteiro está enfrentando. Checar as fontes, buscar sites confiáveis e não acreditar em tudo o que recebe ou lê nas redes sociais são três regrinhas básicas para fugir das notícias falsas e assim evitar o stress.

Mantenha uma rotina

Se você está trabalhando em casa, procure manter a disciplina quanto ao horário de trabalho, intercalando pausas para não exagerar na dose. Se não pôde se afastar, cuide de se proteger da melhor forma possível para afastar qualquer possibilidade de contaminação. Se está impedido de trabalhar por conta da quarentena, busque soluções para não cair no desespero – vale lembrar que está em fase de aprovação em Brasília a renda básica para trabalhadores informais, entre outras pessoas em vulnerabilidade (conforme critérios), o que pode ser uma ajuda fundamental neste momento.

Como a quebra da rotina pode gerar ansiedade, criar outros hábitos durante o período em que estiver em casa pode ser útil. Por exemplo, estabelecer um quadro de tarefas domésticas na semana, montar um esquema de exercícios físicos leves ou traçar metas de leitura e estudos são ideias simples e boas para afastar o ócio. Vale ainda investir numa renda extra, fabricando quitutes caseiros ou peças de artesanato para venda online.

Medite e mantenha-se positivo

Se você nunca meditou e acha que não consegue, vale a pena tentar. Há diversos vídeos no YouTube e sites na internet com técnicas para desligar a mente, que pode funcionar como um “remédio” para a ansiedade.

Afastar a negatividade pode nem sempre ser fácil, ainda mais quando um mal invisível coloca em risco a nossa vida e das pessoas que amamos, como os idosos. Mas talvez seja a chave para conseguir enfrentar esse período de forma consciente, sabendo sim dos riscos, mas tomando todas as medidas necessárias para a proteção de todos, sem pânico. Fazendo isso, o importante é pensar na sua casa como um refúgio protetor e não uma prisão, ter fé que o cenário por aqui seja mais brando do que as previsões e esperança que tudo volte à normalidade logo.

 

Por Camila Mitye
Equipe Zap

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *