Variedades

Chuva de meteoros será visível no Brasil na madrugada deste domingo

Uma chuva de meteoros poderá ser vista pelos brasileiros na madrugada deste domingo (21), especialmente os moradores das regiões Norte e Nordeste do país. Quem observar o céu por volta de 4h verá um aumento de “estrelas cadentes” que parecem vir de um ponto único no céu. As “estrelas” são, na verdade, os detritos do cometa que adquirem uma luz incandescente ao atravessar a atmosfera da Terra.

Trata-se da chuva de meteoros Orionídeas, originada dos detritos das passagens do cometa Halley, que só passa pela Terra a cada 75 anos (a próxima vez que poderá ser visto será em 2061). O cometa Halley, ou Halley 1P, na designação científica, é um dos poucos corpos celestes que podem ser vistos a olho nu na Terra, deixando rastros que podem durar dezenas ou até centenas de anos. A Terra passa duas vezes por ano por esses detritos. No segundo encontro, em outubro, é possível observar esse fenômeno.

Em todas as regiões do país será possível observar a chuva de meteoros, mas, por conta do radiante –a origem geométrica dos corpos e o ponto no céu de onde parecem se originar–, as regiões Norte e Nordeste serão privilegiadas. Durante o pico, a frequência pode chegar a 25 meteoros por hora.

Cometa Halley

O cometa Halley foi descoberto pelo astrônomo Edmond Halley em 1696, que examinou os relatórios de um cometa que se aproximou da Terra em 1531, 1607 e 1682. Ele concluiu que esses três cometas eram realmente o mesmo que sempre retornava à Terra e previu que o cometa voltaria novamente 1758.

Em 1986, em sua tão esperada e famosa visita, o cometa desapontou muita gente que não conseguiu vê-lo por causa da poluição luminosa. Porém, esse foi um ano importante pois pela primeira vez foi possível enviar espaçonaves para observá-lo.

Ao todo, já foram registradas 30 passagens do cometa Halley pela Terra e ele será visível aqui novamente em 2061, possivelmente no mês de junho.

Por Camila Mitye
Equipe Zap