Internet Sociedade Variedades

Chamadas de vídeo dobram e WhatsApp aumenta para 8 número de participantes

É fato: A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) tem provocado uma revolução no modo de vida da população de grandes cidades do mundo. E as ferramentas tecnológicas têm tido um papel cada vez mais importante. As chamadas de vídeo via computador ou smartphone, por exemplo, são indispensáveis nesses dias de distanciamento social – seja para reuniões de trabalho, aulas online ou encontros saudosos com amigos e familiares.

Não é à toa, segundo o Facebook, as chamadas de vídeo via Messenger e WhatsApp dobraram nos países mais afetados pela COVID-19, como a Itália, desde o início da pandemia. Outras plataformas como o Google Hangouts, o Zoom e o Microsoft Teams também disponibilizam vídeo chamadas em grupo, ampliando o leque de opções.

Claro, cada ferramenta tem suas limitações. Uma delas, enfrentada pelo WhatsApp, era o número limitado a quatro pessoas em cada vídeo chamada. A procura pelo serviço, que é gratuito (exigindo apenas que o usuário esteja conectado à internet), levou o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do mundo a anunciar uma atualização que vai possibilitar que oito pessoas participem de uma chamada de vídeo. “No último mês, as pessoas gastaram, em média, mais de 15 bilhões de minutos conversando todos os dias em chamadas do WhatsApp, bem acima de um dia típico antes da pandemia”, afirma em nota, o WhatsApp.

Para usufruir da novidade é preciso atualizar o aplicativo para a versão 2.20.50, já disponível tanto para Android quanto para iOS.

Privacidade

Uma polêmica envolvendo a startup americana Zoom, cuja demanda cresceu cerca de 19 vezes entre dezembro de 2019 e março de 2020, trouxe dúvidas sobre a segurança na utilização das plataformas de chamadas de vídeo. A popularidade do serviço se dá, entre outras vantagens, por um diferencial – é possível fazer uma chamada pela plataforma sem instalar seu aplicativo, usando apenas um navegador comum da Internet.

Mas no começo de abril o bom desempenho do Zoom foi abalado após conversas privadas dos usuários da plataforma vazarem na internet. O CEO da companhia, Eric Yuan, admitiu que a empresa cometeu alguns erros e, em entrevista à CNN, reconheceu que as falhas podem ter sido provocadas pelo rápido crescimento da plataforma, o que levou a um descuido com a segurança de dados. Desde então, grandes companhias, como a Tesla, têm orientado seus funcionários a evitarem a utilização do Zoom.

Uma coisa é certa – seus dados e sua privacidade devem sempre ser preservados ao acessar qualquer tipo de plataforma digital. Por isso é sempre importante ficar atento aos Termos de Uso e nunca expor informações confidenciais ou que podem ser utilizadas de forma criminosa.

 


 

O Plano Super Dobro permite que você contrate 200 MEGA de internet fibra óptica pelo mesmo preço que contrataria 100 MEGA. Corra, esse é um plano especial da zap e por tempo limitado! Confira o regulamento.

Acesse nossa página e contrate o super dobro da zap.

 

Por Camila Mitye
Equipe Zap